Viagem de cruzeiro é feita em barcos ou navios. Dentro deles ocorre entretenimento através de inúmeros atrativos, como cassinos, cinema, e teatro a bordo. Além disso, o navio para em alguns portos e os passageiros podem descer e conhecer um pouco mais a cidade que estão visitando.

Está pensando em realizar uma viagem de cruzeiro, mas não tem certeza de como funciona o processo? Então, para te ajudar nisso, selecionamos 8 dicas e informações que você precisa saber antes de entrar em alto-mar.

Resultado de imagem para viagem de cruzeiro cassino"

Dicas para primeira viagem de cruzeiro

1. Documentos necessários para fazer um cruzeiro

O ideal é preparar esses documentos com antecedência, para evitar problemas.

Para viagens nacionais ou pela a América do Sul, só é necessário a apresentação de um documento de identidade com foto. Entretanto, a carteira de motorista (CNH) não é aceita.

No entanto, para realizar uma viagem de cruzeiro internacional são necessários mais documentos. Como o passaporte com validade de pelo menos 6 meses. Também, o visto tanto para os países de embarque e desembarque, quanto para os que serão visitar ao longo do percurso.

COMO TIRAR PASSAPORTE? CONHEÇA TODOS OS PASSOS PARA OBTER O SEU

Além disso, fique atento ao cartão de vacinas, alguns países cobram comprovante de vacinação contra algumas doenças. Portanto, cheque antes quais são necessárias e seus respectivos comprovantes.

Para menores de 18 anos que irão fazer cruzeiro desacompanhados ou sem um dos pais, é preciso uma autorização. Com antecedência, através do site da Polícia Federal, solicite um formulário de autorização.

2. Seguro viagem para viagem de cruzeiros marítimos

Para evitar dor de cabeça durante sua viagem de cruzeiro, opte por contratar um seguro viagem para cruzeiros marítimos. Assim você fica assegurado de ajuda, caso ocorra algum imprevisto.

Dentro dos navios, existem as cabines médias, porém as consultas e os medicamentos são cobrados à parte. Se o seu cruzeiro for para a Europa, é proibido viajar sem estar assegurado.

Em casos graves, os navios costumam desembarcar o passageiro no porto de para mais próximo, para que o mesmo receba um atendimento adequado.

Opte por um plano que tenha ampla cobertura e com o melhor custo benefício.

3. Check in e check out

Depois de resolver a documentação e o seguro, chega o momento de fazer o check in e check out. Não perca o horário de entrada no navio, e chegue com antecedência para evitar filas. Portanto, o ideal é chegar no porto, com pelo menos 4 horas antes do horário previsto para a saída do cruzeiro.

O check in muitas vezes é feito no balcão da companhia marítima, dentro do terminal de embarque, fique atento ao horário limite para o check in. As informações de horários, geralmente ficam no voucher do cruzeiro.

Na noite anterior ao desembarque, suas malas lacradas deverão ser colocadas do lado de fora da cabine. Os débitos de consumo realizados a bordo são entregues nas cabines e quitados até o dia seguinte antes do desembarque.

4. o que levar para uma viagem de cruzeiro?

Na hora de arrumar a mala, você precisa levar alguns pontos em consideração. No quesito roupa, você precisa levar em consideração o tempo que vai ficar a bordo, para saber quantas peças serão suficientes. Além disso, verificar o clima que vai estar neste período.

Mesmo que você vá viajar durante o verão, considere levar uma peça de roupa quente, como um casaco. Pois, dentro do navio, geralmente, com o ar-condicionado fica muito frio.

Não exagere nas peças, duas roupas para cada dia já são suficientes. Não se esqueça de levar trajes de banho, no máximo três biquínis, maiôs e/ou sungas. Se no seu cruzeiro tem jantares de gala, como o famoso “jantar com o comandante”, leve ao menos um traje de gala, seja um vestido longo ou um terno.

Leve medicamentos, pois em alguns países só é possível comprar medicação com apresentação de uma receita médica em idioma local. Entre os principais remédios para colocar na bolsa encontra-se:

  • Antialérgicos: caso você tenha alguma alergia específica;
  • Antigripal: a gripe nunca tem aviso prévio né? Para evitar passar a viagem doente, leve o remédio;
  • Remédios para o intestino e estômago: ideais para aqueles dias que você não acorda se sentindo bem, com dores estomacais e/ou enjoo;
  • Repelente e protetor solar: para qualquer viagem essa dupla deve ser levada, ainda mais para uma viagem de cruzeiro.

5. o que não pode levar na viagem de cruzeiro?

As regras de restrição podem variar de companhia para companhia, mas alguns objetos, são vetados em todos. Por exemplo, armas de fogo e objetos pontiagudos.

Ademais, artigos esportivos como pranchas de surf, tacos para baseball e outros, não são permitidos. Além disso, não são permitidos também ferro de passar roupas, bolsas térmicas e pranchas de cabelo.

No geral, objetos de calor são proibidos nos navios. Porém, se precisar passar uma roupa, saiba que dentro da embarcação existe o serviço de passar roupa. Mas, ele é cobrado à parte.

Alimentos e bebidas geralmente também não são permitidos, devido a possível contaminação. Pois, a viagem de cruzeiro pode durar vários dias e isso pode acarretar em infecção.

6. Qual limite de bagagem em cruzeiros?

Muitas pessoas possuem dúvida sobre esse assunto. Porque, ninguém quer pagar a mais, caso exceda, como nos casos de viagens de avião.

Porém, não existe uma exigência de limite máximo de bagagem pré-estabelecido, segundo a CLIA (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos). A definição do peso, varia de companhia para companhia, por isso confira antes de fazer as malas.

7. Qual a moeda utilizada nos navios?

Assim que você embarca no navio, recebe um cartão, ele vai ser a chave da sua cabine e também a forma de pagamento, para todo o consumo feito lá dentro.

Como quando você fica instalado em um hotel, basta fala o número da sua cabine e o valor será debitado na sua conta. O pagamento é feito somente ao final da viagem.

É possível também levar e usar um cartão de crédito internacional. Portanto, nas primeiras 48 horas após embarcar, você precisará registrar o cartão para sua cabine.

Na maioria das vezes, os cruzeiros que vão para a América do Sul e Caribe, cobram em dólar americano. Já para viagens pela Europa, as despesas são contabilizadas em euros.

Dinheiro em nota é usado, geralmente, apenas para gorjetas e para jogar nos cassinos.

8. Como funciona o celular e internet na viagem de cruzeiro?

Um ponto positivo sobre o funcionamento da internet em navios é que a maioria deles possuem WI-FI. Entretanto, esse serviço é cobrado à parte e geralmente com um preço salgado.

Caso não queira adquirir o serviço pago, a recomendação é se desconectar e aproveitar a viagem, já que a conexão 3G/4G no alto-mar costumar ser mais lenta.

Não se esqueça de levar um adaptador universal para não ficar na mão, principalmente na hora de carregar o celular ou outros aparelhos eletrônicos.

Conclusão

Agora sim você pode realizar sua viagem de cruzeiro sem erros! Entre em contato conosco para podermos planejar e realizar a sua viagem em alto-mar da melhor maneira possível.